InovAtiva amplia sua Comunidade e seleciona 104 voluntários para atuarem como líderes e agentes

Compartilhe:

O InovAtiva selecionou 104 voluntários, das 27 unidades federativas do país, para ingressarem na Comunidade InovAtiva em 2021. Destes, 32 atuarão como Líderes de Comunidade e 72 exercerão a função de Agentes InovAtiva. Juntos, serão responsáveis por ajudar no desenvolvimento dos ecossistemas de inovação dos locais onde estão situados.

Os líderes são responsáveis pela execução de ações estaduais – promoção de eventos, capacitação de empreendedores e articulação com parceiros, por exemplo. Já os agentes têm como foco a comunicação e o relacionamento com os empreendedores locais, com o objetivo de entender suas demandas. Além disso, devem realizar eventos locais para divulgar novidades sobre o hub.

“Selecionamos um número maior de Líderes e Agentes com a intenção de conseguir atingir mais empreendedores. Dessa forma, passamos de 27 para 32 Líderes e de 35 para 72 agentes”, comenta o gestor de comunidade no InovAtiva, Vinícius Aguiar.

Em 2021, outra novidade é que parte dos líderes que já representaram o InovAtiva assumem um novo papel: o de líderes Alumni. Eles darão suporte aos novos integrantes da Comunidade e promoverão encontros regulares para discutir planos de ação nas diferentes regiões do país.

O objetivo é que a Comunidade auxilie no fortalecimento da atuação regional do InovAtiva. Em 2020, os voluntários adaptaram suas atividades para o formato virtual e, mesmo com as mudanças, foram capazes de realizar diversas ações de divulgação dos programas de aceleração e de outras iniciativas promovidas ao longo do ano.

“Os Líderes e Agentes de 2020 entraram em um turbilhão de mudanças e conseguiram formatar isso de uma maneira legal, resultando em um salto em projetos e em entregas. Alguns exemplos são o quadro Papo de Comunidade no Youtube, o Domingo da Comunidade no InovAtiva Experience e o e-book com a temática Construção de Comunidades”, comenta o gestor.

Seleção

Os Líderes e Agentes de 2021 foram escolhidos pelo Comitê de Avaliação do InovAtiva dentre 230 inscritos. Foram analisados critérios como conhecimento sobre startups, experiência no ecossistema e na produção de eventos, networking e engajamento nas atividades do processo seletivo.

Além disso, também foi considerado o perfil dos candidatos para que os selecionados tivessem características e competências complementares.

“A ideia é realizar reuniões mensais para entender o que está acontecendo em cada uma das unidades federativas brasileiras e determinar estratégias para manter os ecossistemas ativos e progressivos”, completa Vinícius Aguiar.